Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

"Eu fico com a pureza da resposta das crianças..."

É impressionante é a como é lindo a sinceridade e espontaneidade das belas crianças que encontramos no nosso caminhar diário.
Mas tenho um problema com crianças. Tudo bem, tudo bem. Voces devem pensar: Que homem mais ranzinza. Mas este não é o caso. Amo crianças, tenho uma sobrinha incrível e pretendo ter uma família com no mínimo 3 filhos. Me dou muito bem com eles em qualquer idade e também gosto muito. Mas ultimamente andei reparando que esse pequeno ser sincero e espontaneo ultrapassa todos os limites da clareza.
No meu caso em relação ao Parkinson a questão é muito simples. Toda a criança, eu digo, toda a criança tem um sensor altamente aguçado para perceber o mínimo possível de tremor. Eu costumo chamá-los de TanderCats, pois os pequenos gafanhotos possuem "visão além do alcance". Quando voce está bem, se sentindo confiante, sem nenhum tremor aparente me aparece uma criança do nada e diz: Tio, porque voce tá tremendo? Tá passando mal?
Uma coisa é certa, se eu não esta…