Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

Não tenho medo do escuro, mas deixe as luzes acesas

Como fazer um pão? Simples, junte a  farinha, água e fermento. Depois basta apenas sovar. Fim? Muitos diriam que é fácil. Mas nada é tão fácil para um parkisoniano. Principalmente quando tem alguém observando.




Quando voce ouve falar em Parkinson, qual a primeira visão que as pessoas possuem? Uma pessoa que treme desesperadamente que nem consegue atirar uma flecha na pira olímpica. 




não podemos julgar, pois antes de termos a doença também tínhamos essa impressão. Mas mal sabem as pessoas que o tremor não é a principal característica do Parkinson e sim alguns efeitos que não são vistos como, por exemplo, a falta de coordenação, o enrijecimento, entre outros.




Quando estou com a medicação em dia e estou calmo o tremor é quase imperceptível, mas se eu ficar nervoso fico totalmente exposto pelo tremor. E o que me deixa nervoso? As pessoas repararem no que voce está fazendo. Ficarem observando seus movimentos, não sei bem qual é o objetivo. Talvez esperando que voce trema. Ou achando que v…

Afinal, amar ao próximo é tão Démodé

Qando tenho oportunidade gosto de conversar com as pessoas que eu não conheço. Na rua, em filas, em restaurantes e gosto de ouvir suas histórias. Normalmente, sem nenhum receio, pergunto: Qual a sua motivação? O que te faz acordar todas os dias e levantar da cama?
É uma pergunta para se fazer a quem voce mal conhece? Não. Mas mesmo assim eu faço.
Tive minha documentação de motorista vencida. Então tive que realizar o exame médico novamente para renovar a carteira. Devido a alguns problemas de vista tive que ser encaminhado para uma segunda consulta de revisão.
Bem, ao chegar ao local estava na sala esperando pelo atendimento e notei que tinha algumas pessoas também na fila aguardando. Fiquei curioso para saber porque estavam ali, pois de alguma maneira. também tinham sido reprovadas no primeiro exame médico.
Primeiro reparei em uma Senhora que estava  com várias documentações na mão e impaciente balbuciando algum tipo de reclamação. Logo perguntei para ela porque ela estava ali e ti…

Sua maldade então deixar um Deus tão triste.

ando mal? O Sr. Sente bem?
Para qualquer parkisoniano essa pergunta é uma das mais realizadas pelas pessoas. Não sei se é de conhecimento de todos que o Parkinson tem como uma das suas grandes características a mudança na expressão facial. Muitos vão perdendo com o tempo a expressão normal e passam a ter uma expressão apática. Problema tranquilamente controlado com exercícios específicos.
Quando fui viajar para São Paulo em minha última ida à cidade resolvi viajar de ônibus de BH para SP. Lógico. A passagem é quase o mesmo preço do avião. mas para a data que eu estava querendo viajar o preço não compensava. Também tem a questão de praticidade, pois BH à SP fica a mais ou menos 5 horas de distancia. Então às vezes não compensa viajar de avião.
Bem, mas o que isso tem haver com a história?
- Nada.
Então, voltemos a minha viagem de ônibus que foi tranquila e muito rápida além do ônibus ser muito silencioso.
Eu ainda não sabia andar em SP capital, pois nunca tive interesse em aprender todas aqu…

O mal do século é a solidão

Um grande autor inglês de nome Gustave Flaubert escreveu: Tenha cuidado com a tristeza. É um vício.
Isso realmente é verdade. Quando nos acostumamos com a tristeza e o isolamento, é uma ótima maneira de ferirmos a nós mesmos. Achamos que a nossa tristeza ira afetar a sensibilidade de alguns e teremos mais complacência de outras pessoas. Se isolar e se entristecer só mostrará que voce precisa de carinho e atenção absurda que naquele momento voce não está obtendo.
Então, quando voce se sentir triste ou apequenado busque a companhia de outras pessoas. Pessoas que sejam bem humoradas, pessoas que sejam dinâmicas, principalmente pessoas que te façam rir.
Pessoas que façam voce rir. Essa e a chave.
Quando voce vê o mundo de uma forma alegre, bem humorada, fazendo piadas de todas as situações, a vida fica mais fácil de se levar. Temos de viver, pois como disse o autor Oscar Wilde: Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.
Quando eu perdi meu pai, durante o velório…

Voces querem que eu tenha a resposta, mas eu não sei qual é a pergunta

Definitivamente a cidade de São Paulo não é uma cidade para um parkisoniano morar. Não, não estou falando mau da cidade, pelo contrário, acho a cidade linda, com uma cultura viva, uma gastronomia sem comparação pela diversidade e por todos os outros quisitos que a declamam com maior cidade do Brasil e maiores do mundo. A suas famosas ruas de 25 de março, Braz, Santa Efigenia, Teodoro e Sampaio sempre foram muito convidativos.
Essa semana resolvi visitar São Paulo (capital) e parte dessa visita se deu com a minha sobrinha. Uma jovem de 17 anos de nome Barbara que me ciceronou durante os dias que estivemos na cidade. Apesar de ela também morar em Belo Horizonte, ela possui um conhecimento dos pontos turísticos da cidade de uma maneira bem natural.
Para qualquer um que vai visitar São Paulo se não quiser ficar parado no transito e andar em muitos lugares no mesmo dia sabe que isso não acontecerá com um carro. Mas a única maneira disso acontecer é de metro (ou trem).
O Trem (ou metrô) em…